• Patricia Brandão

Renata Adler faz exposição-instalação na Casa de Cultura Laura Alvim


A artista plástica Renata Adler faz exposição-instalação na Casa de Cultura Laura Alvim para apresentar sua nova fase de criação, tendo a madeira como matéria-prima principal.

Esculturas em madeira torneada, resultando em finas colunas em diferentes formas e anéis de cores prometem impactar o público e convidá-lo a pensar num mundo em constantes e profundas mudanças. São os “camaleões” de Renata Adler, artista carioca, que apresenta sua nova exposição individual no Rio, “Uma contínua transformação”, de 8 de fevereiro a 31 de março.

Por vezes, aparecem nestas esculturas elementos metálicos ou pequenos espelhos que vêm a interferir na sua verticalidade. Elas surgem do chão, caem em chuva do teto ou parecem perfurar muros, lembrando uma batalha de lanças. Nesta fase de Renata, as esculturas são criadas predominantemente com madeira, mas ela também usa aço, cobre e cerâmica. Ela respeita o “DNA” do material, mas a transformação faz parte da performance.

Renata Adler é jornalista por formação e atuou em redações de grandes veículos por mais de 10 anos. Ela se formou bacharel em artes pela Universidade em Boston, Massachusetts (EUA), fez International Baccalaureate em fotografia e complementou os estudos de artes visuais na Escola de Artes Visuais do Parque Lage, tendo como mentor o professor João Carlos Goldberg.

Uma contínua transformação ǀ Renata Adler

Curadoria: Marc Pottier

Coordenação geral: Kátia d´Avillez

Abertura: 7 de fevereiro, das 18h às 22h

De 8 de fevereiro a 31 de março, de terça a domingo, de 13h às 20h


34 visualizações

© 2016 Patricia Boiteux Brandão. Todos os direitos reservados.