Museu do Amanhã, um grande presente para a Cidade Maravilhosa

21 Dec 2015

Inaugurado oficialmente do dia 17/12, o Museu do Amanhã foi aberto ao público neste fim de semana. Cerca de 25 mil pessoas foram conhecer de perto esta obra maravilhosa, um grande presente que a Cidade Maravilhosa merecia receber.  Por fora uma arquitetura inovadora assinada pelo arquiteto espanhol Santiago Calatrava, inspirada nas bromélias do Jardim Botânico. Por dentro, zonas interativas, uma sala de cinema 360 graus e um Churinga – o único objeto em exibição no museu. Uma peça das antigas civilizações aborígenes australianas que representa todo o conhecimento e uma espécie de conexão entre passado, presente e futuro.

 

Dentro do Museu do Amanhã foi construído um auditório com instalações adaptadas para portadores de deficiência. O espaço conta com quase 400 lugares e será utilizado para palestras e apresentações artísticas. Além disso, o museu tem um salão de exposições com 600 m² e um restaurante com vista panorâmica. O Museu do Amanhã é dedicado às Ciências, com formato diferente dos museus de História Natural ou de Ciências e Tecnologia já conhecidos. Os visitantes tem a oportunidade de passar por diversos tipos de experiência, podendo fazer escolhas pessoais, perceber como será o futuro, sua vida e a do planeta nos próximos 50 anos. O museu explora variedades nos campos da matéria, da vida e do pensamento, além de debater diversos tipos de questões como mudanças climáticas, crescimento e longevidade populacionais. A exposição principal do museu, ocupa o segundo andar e foi concebida com base em uma proposta do físico e doutor em cosmologia Luiz Alberto Oliveira. O público é levado a percorrer uma narrativa estruturada em cinco grandes áreas: Cosmos, Terra, Antropoceno, Amanhãs e Nós, que somam mais de 40 experiências disponíveis em português, espanhol e inglês. 

 

www.museudoamanha.org.br / Praça Mauá, 1 – Centro. Rio de Janeiro, RJ.

 

 

 

 

Please reload

© 2016 Patricia Boiteux Brandão. Todos os direitos reservados.