Talento e Anita Schwartz abrem exposição Joia de Artista no Rio

31 Aug 2016

 

Neste ano a Talento Joias deu início ao projeto Joia de Artista, uma iniciativa que tem por objetivo, pelos próximos cinco anos, cruzar o universo artesanal da joalheria com a produção de artistas emblemáticas na cultura brasileira. A primeira contemplada foi arquiteta Lina Bo Bardi, que em 1947, antes mesmo de esboçar seus projetos mais famosos, como a Casa de Vidro e o Masp, desenhou o que poderia vir a ser uma coleção de joias made in Brazil, com foco em pedras tipicamente brasileiras. Vanguardista, Lina foi uma das primeiras a defender a importância e o valor de quartzos, malaquitas e turmalinas, antecipando as principais tendências da joalheria moderna. Desenhou pelo menos 19 esquetes de colares, anéis e pulseiras e deu vida a um colar histórico, feito com uma cascata de águas-marinhas, que funcionava como uma espécie de manifesto. Esse famoso colar foi roubado em 1986, sendo reeditado agora, exatamente 30 anos depois, em uma série limitada a dez peças, todas numeradas e certificadas pelo Instituto Lina Bo e P. M. Bardi. Joias que ultrapassam a função de adorno e se enquadram na categoria de obras de arte, que são contemporâneas e ao mesmo tempo atemporais. Lançado em agosto, na Casa de Vidro, em São Paulo, morada de Lina e Pietro por 40 anos e hoje sede do instituto, o projeto tem curadoria de Waldick Jatobá e Johanna Birman e conta ainda com a participação da designer Claudia Moreira Salles, que desenhou o estojo inspirado na cadeira Frei Egídio, de autoria da arquiteta, mantendo as características marcantes de Lina, como o uso de sarrafos de madeira e articulações embutidas. A exposição Joia de Artista chega ao Rio de Janeiro, e o local escolhido foi a Galeria Anita Schwartz. O coquetel de abertura para convidados acontece na próxima quinta-feira, 1de setembro. 

 

 

Please reload

© 2016 Patricia Boiteux Brandão. Todos os direitos reservados.