Paris e Marrakesh terão museus consagrados à Yves Saint Laurent

12 Jun 2017

 

 

O parceiro de vida e negócios do estilista Yves Saint Laurent, Pierre Bergé, no auge dos seus 86 anos, decidiu que chegou a hora de organizar o legado de seu adorado companheiro e vai abrir dois museus em sua homenagem, um em Paris e o outro em Marrakesh, respectivamente. As duas cidades foram extremamente importantes na trajetória de Yves. A localização parisiense abrirá suas portas no dia 3 de outubro desse ano, durante a tradicional semana de moda da capital. O local escolhido foi o Hôtel Particuliere que abrigou a empresa Yves Saint Laurent por cerca de 30 anos, e que ainda é a sede da fundação. No dia 19 de outubro, será inaugurado o de Marrakech. O acervo conta com mais de 5 mil peças de alta-costura, 15 mil acessórios, sem contar a infinidade de croquis, fotografias e matérias publicadas pela imprensa sobre o couturier conhecido por criações icônicas como o smoking feminino e o estilo saharienne. Enquanto a versão francesa do museu ficará no prédio que o casal comprou em 1974 e onde YSL trabalhou até 2002, o de Marrakesh tem seu endereço na rua que leva o nome do designer, instalado em um novo prédio de tijolos e granito rosa, desenhado pelo escritório de arquitetura Studio KO, e localizado nas proximidades do jardim Majorelle. O espaço também vai contar com exposições itinerárias sobre temas diversos, uma biblioteca e um café/restaurante. Nesta quinta-feira (8/6) Pierre Bergé apresentou a programação dos futuros museus, durante uma coletiva de imprensa em Paris.

 

 

Please reload

© 2016 Patricia Boiteux Brandão. Todos os direitos reservados.