Primeira edição do Rio Montreux Jazz Festival promete invadir a cidade com boa música

16 May 2019

 

Entre os dias 6 e 9 de junho, o Rio Montreux Jazz Festival vai levar música a todas as regiões da cidade. Mais de 40 músicos, brasileiros e internacionais, se apresentarão no Rio de Janeiro. Serão cinco palcos com programação gratuita, no total de 24 shows, com artistas de diversas regiões do Brasil. O Palco Pixinguinha, no Parque Madureira, terá dois shows por dia. Os palcos do circuito Montreux Urbano – nas praças Nossa Senhora da Paz (Ipanema), Largo do Machado (Catete), Praça Varnhagen (Tijuca) e Parque das Rosas, Barra da Tijuca – terão um show por dia de festival, sempre às 16h. A versão carioca do tradicional evento suíço trará nomes como Steve Vai, Al Di Meola, Stanley Clark, Maria Rita, Yamandú Costa, Hamilton de Holanda, Roberto Frejat e Andreas Kisser.

 

O foco do evento é a acessibilidade, os realizadores pretendem que a música e o espírito do festival cheguem a todos os públicos, nos quatros cantos da Cidade Maravilhosa. O produtor musical Marco Mazzola se sente realizado em trazer para a nossa cidade música de diferentes gerações que contribuem tanto para a cultura brasileira quanto do mundo. Artistas, que fazem música instrumental, são de extrema competência e qualidade e precisam ser reconhecidos. Eles têm potencial para ser uma grande revelação da música mundial. Só precisam de espaço. E essa é uma das missões do Rio Montreux Jazz Festival, diz Mazzola.

 

O Rio Montreux Jazz Festival é apresentado por Mastercard, através da Lei de Incentivo à Cultura do Governo Federal, e pela Claro. O evento tem patrocínio da Stella Artois, apoio institucional do Governo do Estado do RJ - Secretaria de Cultura e Economia Criativa, e apoio do Fairmont Rio de Janeiro Copacabana. A produção geral tem assinatura da Dream Factory, Gael e MZA Music.

 

O Festival foi criado em 1967 na cidade suíça de Montreux, às margens do lago Leman. Por ano, recebe cerca de 250 mil pessoas para acompanhar os shows e programações culturais que acontecem durante duas semanas de festa. Nos seus mais de 50 anos de história, o Montreux Jazz Festival se diversificou e passou a incorporar novos ritmos, gêneros e linguagens artísticas. Em seus palcos se apresentaram grandes nomes da música mundial como: Nina Simone, Ray Charles, Miles Davis, Adele, Stevie Wonder, Prince, Pharrell Williams, David Bowie, Phil Collins, entre outros.

 

Em 1978, aconteceu a primeira participação de artistas brasileiros no Montreux Jazz Festival, graças ao incentivo do produtor musical Marco Mazzola, que intermediou essa aproximação com Claude Nobs, idealizador do Festival. O primeiro nome da música nacional a se apresentar em Montreux foi Gilberto Gil, que tocou em uma noite brasileira. Desde então, a participação de ícones da música brasileira no Festival se tornou constante. O público assistiu shows memoráveis de Elis Regina, Hermeto Pascoal, Chico Buarque, Caetano Veloso, Ney Matogrosso, Milton Nascimento, Gal Costa e outros nomes da música nacional. Venda de ingressos e programação acessem o site: www.riomontreuxjazzfestival.uhuu.com

Please reload

© 2016 Patricia Boiteux Brandão. Todos os direitos reservados.