Le Royal Monceau, conceito puro de arte e sofisticação

12 Oct 2019

 

 

 

Distante alguns metros do Arco do Triunfo, no número 37 da elegante Avenue Hoche em Paris, está localizado um dos mais exclusivos hotéis da mundo, o Le Royal Monceau. Fundado por Pierre Bermont e André Junot em 1928, tem sido desde sua inauguração um ponto de encontro regular de artistas e de uma multidão de ricos e famosos, de todas as partes do mundo, personalidades como Winston Churchill, Presidente Eisenhower, Josephine Baker, Gene Kelly, Sophia Loren, Michael Jackson e Sofia Coppola. Ray Charles fixou residência por alguns meses por ali. Em maio de 1948, foi nos salões do hotel que aconteceram as negociações que levaram a David Ben Gourion e Golda Meir a assinar o ato de criação do Estado de Israel.

 

Em 2008 foi adquirido pela empresa Qatari Diar, pelo valor de 250 milhões de euros. No mesmo ano o hotel entrou em renovação completa, com projeto totalmente conduzido pelo famoso designer Philippe Starck. No dia 26 de junho de 2008, uma “Festa de Demolição” foi organizada para festejar o início das obras; 1.500 pessoas foram convidadas a participar do evento, assistindo às performances dos peões de obra e de artistas. No lobby pairava uma instalação gigantesca em madeira fluorescente e nos corredores via-se uma projeção de um filme de Jean Bap Baptiste Mondino. Pocket-shows e até a realização de curta-metragem de Olivier Dahan aconteceram nesta noite memorável.

 

Le Royal Monceau renasceu em outubro de 2010, totalmente renovado, aliando o conceito de arte e cultura, luxo moderno, arte de receber e alta gastronomia internacional, um lugar de encontros para pessoas com lifestyle sofisticado, não é um hotel de luxo óbvio. Olhando a elegante fachada clássica, com seus toldos vermelho-sangue e as lindas lamparinas antigas que a adorna, você não imagina a surpresa que terá com o contraste do projeto de Phillipe Starck que trouxe um toque lúdico e contemporâneo, com foco na arte. Passando as portas giratórias e se deparando com a cascata de lustres nas escadarias  e com as paredes adornadas com mais de 350 obras da coleção particular do hotel, você vai ficar impactado. O hotel dispões de 85 quartos e 64 suítes, decorados com móveis de linhas limpas projetados por Starck, uma mistura de Art Deco e detalhes contemporâneos, livros de arte e toques extravagantes. As camas são cobertas com roupas de cama de linho, um sonho, enquanto nos banheiros, totalmente forrados com espelho, você encontra todas as amenities da Clarins. 

 

A gastronomia também é encarada como uma forma de arte - desde a refinada carta de drinks do Long Bar no lobby, passando pelos dois restaurantes: Matsuhisa Paris, para uma culinária japonesa de altíssimo nível, e o restaurante italiano, com estrela Michelin, Il Carpaccio. 

 

O Spa My Blend é um verdadeiro oásis no meio de Paris, um paraíso branco de 1.500 m², sendo a peça central do spa uma espetacular piscina de 23 metros, banhada por luz natural, a maior piscina de hotel na capital francesa. Os hóspedes desfrutam exclusivamente do inovador conceito My Spa Blend by Clarins, desenvolvido pelo Dr. Olivier Courtin-Clarins. 

 

O Le Royal Monceau, da exclusiva cadeia Raffles, pertence à AccorHotels, um grupo líder mundial em viagens e estilo de vida, que oferece experiências únicas em mais de 4.000 hotéis, resorts e residências em todo o mundo, se orgulhando das experiências marcantes deixadas na memória de seus clientes. 

 

www.leroyalmonceau.com

 

 

 

 

 

Please reload

© 2016 Patricia Boiteux Brandão. Todos os direitos reservados.